sábado, 22 de agosto de 2009

ENTRE RAUL E O ROTA ESPIRAL...MINHA MEMÓRIA TESOURO LÚDICO DE MINHA HISTÓRIA


A muito, muito tempo atrás e não me exija lembrar de muitos detalhes, conduzido por minha tia – A Maria Aparecida (que bom que apareceu em minha vida) – pude assistir bem garoto, dahí não saber precisar com que idade e ainda detalhes do que vi – Um mundo que se abriu em gosto para a arte e a cultura – na verdade esta oportunidade jah era vivida por mim nos encontros de família, na admiração por meu avô, tio e pai que eram músicos.

Foi com minha tia que conheci o teatro, na peça infantil de Pedro Porfírio, se não me engano no Teatro João Caetano – não lembro do nome da peça.

Ainda com ela fui ao projeto Concha Verde, lá no Morro da Urca...Além de andar no bondinho do Pão de Açúcar eu assisti ao inesquecível show da Zezé Mota: “ não me cobre detalhes, mas lembro bem da hora em que cantou: “ (...) Muito prazer, eu soul Zezé (...) da pele de sol da lua de mel (...) yeah, yeah eu sou Zezé...”

Vi muita shows bacanas...E minha memória falha nos detalhes...Mas foram muitos para meus, sei lá, 13, 14 ou 15 anos...Foi por ahí...

Dentre eles, no SESC – São João de Meriti, Ginásio cheio, caramba...paraceu-me agora estar envolto em um dejavou...Estou vendo de novo, sem nitidez absoluta ou detalhes, mas vejo...

Jaqueta de couro, camiseta preta, óculos escuros, calça jeans, botas de cavalariço...Barbicha, cabelos enrolados caindo por sobre a testa... Sim ele mesmo...O único, invejável, sensacional, surpreendente Raul Seixas...

Meu filho, pode me invejar, diante de seu ForFan e MC Marechal...E olha que o negão desde os três aninhios (naquele tempo não era proibido levar crianças a shows) foi ao circo Voador ter com o Cidade Negra, onde ganhou um par de baquetas de Lau (por isso queria enquanto bem menino ser bateirista), tirou onda com Tony (e freqüentou também comigo a casa de Rãs Bernardo), foi elogiado pela bailarina Lucia Prioly...Zoou as pamparras...No mais fomos juntos a vários outros shows do universo pop nacional...

Eu vi, ao vivo e de perto o Raul...Baba ahí..eheheheheheheh!!!!!

Então, hoje quando se completam vinte anos sem o carisma e genialidade do Raul, rola o show do Rota Espiral, que tem entre seus componentes um filho do seu Raul e não por menos um ardiloso fã de Raul Seixas (tinha dele a discografia completa, hoje, desfalcado por ter me emprestado um deles, que ao ser roubado por meu irmão, ah!!babau) – falo de Renato Aranha, meu parceiro grande de muitas vibes criativas e destrutivas (jah nos embriagamos muito), meu parceiro de vocal no Baixada Super 8, meu parceiro de vocal do início do Rota (estive na banda desde seus primeiros meses)

Junto a Renato Aranha estão o maestro, arranjador, popeiro, broder broder Daniel (conhecido como The Cat – não me pergunte por que?) e o loucoooooooooooo Celso La Costa...rsrsrs...A galera faz som hoje...No Rodeio de São João de Meriti, abrindo para o Biquíni Cavadão...Participa ainda do concurso Garagem do Faustão..Aroveita e vai lá dar uma olhada no clipe da galera e aproveita para votar...QUANTAS VEZES QUISER... .
http://domingaodofaustao.globo.com/Domingao/Garagemdofaustao/0,,16989-p-V1099166,00.html

Também estão no My Space e No Youtube., Orkut e outros..Quer saber mais? Digite Rota Espiral no Google.

Um comentário:

ROTA disse...

Sylvio, com certeza sou fã de Raul Seixas, acho que compreendo um pouco de suas "doidices" que em muitos casos julgo serem necessárias e serem ditas. Mas também, sou teu fã. Quando tive aula com o escritor Sérgio Santana, ele disse que " o escritor é um transbordar de experiências", e desta forma é preciso escrever. Parafraseando o escritor, digo que o Artista, seja qual for sua linguagem, tem em sua arte o transbordar de experiências.Mas aqui ainda ressalto, que arte não é bunda, nem rosto bonito, conjunto este que vem sendo muito valorizado e confundido com a mesma. E que, celebridade, não faz arte. Sem querer aqui, discutir o conceito de arte. Certa vez perguntaram ao Chico Buarque( durante aquela onda de rock internacional nas rádios brasileiras por conta da repressão que deixava seus resquícios nos anos 80) se ele não se preocupava com tantas músicas internacionais tocando no rádio enquanto a nacional não. Certeiramente ele respondeu: Não me preocupo, porque a música boa não passa. Desta forma, dentro da parca fama que tivemos no Baixada Super 8, podemos ter a certeza de sucesso no que diz respeito a produzir arte, visto que , dez anos depois, quem nos conheceu, insiste em querer ouvir "De dentro do meu carro". Vc é tão raulseixista quanto eu, cada qual a sua linguagem, cada qual a sua maneira. Mas uma coisa é uníssona, a subversão que existe em nós. Acredito que os ventos mudarão de direção. ("O Destino pode mudar com o vento...") porém é necessário saber recuar para avançar. Estamos juntos. Seu sucesso é meu sucesso, meu sucesso é teu sucesso. Mas o próprio Raul nos ensinou: "Raul Seixas E Raulzito, sempre foram o mesmo homem, mas para aprender o jogo dos ratos, transou com Deus e com o Lobisomem".
Renato Aranha (Rota Espiral - Vocal)